QUEM FOI JACQUES LACAN

Jacques-Marie Émile Lacan nasce em 13 de abril de 1901 em Paris. Cursa medicina e se interessa pela psiquiatria. Interessado pela clínica da psicose, começa uma síntese de três domínios do conhecimento: a clínica psiquiátrica, a doutrina freudiana e o surrealismo. Com seu alto conhecimento sobre filosofia, começa sua tese de Doutorado que o levará a chefe de escola. Em 1932, obtém o diploma de doutor em medicina. Colabora com a entrada do freudismo na França, entre a psiquiatria e o surrealismo. Denomina seus ensinamentos de “retorno à Freud”, se apoiando na filosofia hegeliana, na linguística saussuriana e nos trabalhos de Lévi-Strauss. Com eles elabora suas ideias sobre o “inconsciente organizado como uma linguagem”, o “significante”, a “interdição do incesto”, o “simbólico, imaginário e real” e o “complexo de Édipo”. Com o tempo avança sobre as descobertas de Freud, ampliando-as, defendendo o estudo da linguagem como ferramenta primordial para a psicanálise.
No final de 1938, torna-se membro titular da Sociedade de Psicanálise de Paris (SPP). Em 1940, tem uma filha fora do casamento, Judith, que só obtém o registro de Lacan em 1964. Situação que viria a ser uma das determinações inconscientes da elaboração de seu conceito de “Nome-do-Pai”. Em 1953, a psicanálise francesa entra em crise com a rebelião dos estudantes acerca da questão da análise leiga e da duração das sessões, o que agita a SPP. Daniel Lagache sai da SPP e funda a Sociedade Francesa de Psicanálise (SFP), Lacan passa a integrar o grupo fundador. Inicia seu Seminário e por dez anos comenta grandes textos de Freud. No mesmo ano iniciam negociações para a aprovação da SFP como filiada da IPA, a qual investiga Lacan e suas sessões curtas, de duração variável, sempre inferiores à norma da IPA.
Em 1963 conclui-se que a SFP pode ser aprovada se retirar de Lacan e Françoise Dolto seus títulos de analistas didatas, demovendo deles o direito de formarem psicanalistas.

Assim, se desmancha a SFP e, em 1964, nasce a Associação Psicanalítica da França. Para os lacanianos, Escola Francesa de Psicanálise, que logo será renomeada Escola Freudiana de Paris. Em 1965, Lacan funda a coleção “Champ Freudien” e ,em 1966, publica os “Escritos”.
Em 1974, dirige um ensino do “Campo Freudiano” no Departamento de Psicanálise da Universidade de Paris VIII. Lacan vai mostrando ausências, cansaço e delegando a gestão ao seu genro Jacques-Alain Miller. Começam a surgir divergências dentro da EFP e, em janeiro de 1980, a instituição se dissolve. Sofrendo de um câncer no cólon, reduz suas atividades em fevereiro de 1980. Em 9 de setembro de 1981, morre por uma insuficiência renal, consequência de uma ablação de urgência do tumor.

Colaboração: Gabrieli Prestes, membro associado do ESIPP.